5 Comentários


  1. Sebastião H. de Oliveira

    A estrutura acima apresentada é excelente. Entretanto ela é muito superior ao meu caso, ao meu patrimônio que é modesto. É formado por um Apartamento onde resido com a esposa; uma sala comercial onde a minha filha tem consultório odontológico; uma propriedade rural pequena; uma propriedade rural média; quatro automóveis; e uns trocados em investimentos diversos. Tudo em meu nome e no da esposa, no regime de comunhão total. Ocorre que preciso proteger este modesto patrimônio contra riscos futuros que uma empresa existente sempre embute. São 4 filhos maiores e casados todos já envolvidos em suas respectivas empresas com sérios problemas de dívidas fiscais, trabalhistas e outros. Como poderei proteger este patrimônio? Aguardo e agradeço.

    Responder
    1. Marcio Nobre

      Prezado Sr. Sebastião, ótimo dia e que alegria pelo seu contato, isso com certeza me motiva a continuar o trabalho de compartilhamento de conhecimento.

      Sobre o seu caso, posso responder com tranquilidade que SIM, é possível a proteção do patrimônio através de uma Holding Patrimonial.

      A Holding Patrimonial se destaca no seu caso por não ter necessidade de possuir participações em outras empresas, se destinará apenas para gerir o patrimônio que possui, de forma que, se trata de uma estrutura mais simples, porém eficaz.

      Embora tenha este nome “pomposo”, na verdade trata-se de um conceito, como uma espécie de guarda-chuva que pode abarcar patrimônios de diversos tamanhos e, inclusive o que foi citado pelo Sr. não é pequeno e vale a pena a referida proteção.

      Portanto, recomendo fortemente a estrutura de Holding Patrimonial ao seu caso visando proteção deste patrimônio, haja vista as inseguranças jurídicas no qual passamos no Brasil.

      Estou à disposição,

      Atenciosamente,

      Marcio Nobre

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *